O que é cirurgia plástica?

O Brasil é a 7º economia do mundo, mas quando o assunto é Estética, ficamos em 2º lugar e com relação a procedimentos estéticos ficamos atrás apenas para o EUA, sendo que aproximadamente 16% dos cirurgiões plásticos do mundo estão no nosso país.

A cirurgia plástica é um procedimento que visa aperfeiçoar o corpo e agregar melhorias tanto funcionais como na autoestima.

De acordo com a sua finalidade, a cirurgia plástica pode ser:

– Estética: A Cirurgia Plástica Estética é aquela efetuada com o objetivo de aprimorar a aparência de uma determinada região do corpo. Um exemplo muito comum nesses casos são as mulheres que apresentam seios grandes e apresentam dores cervicais. Problemas assim implicam dificuldades que vão de problemas funcionais a percalços sociais;

– Reparação: A Cirurgia Plástica Reparadora tem como principal finalidade a correção das mais variadas lesões, que contemplam queimaduras graves, reconstrução mamária após a cirurgia de câncer de mama, sequelas ocasionadas por acidentes,fratura de ossos da face, lesões causadas por tumores ou cânceres de peles, entre outras.

O Brasil é reconhecido mundialmente como parâmetro em cirurgia plástica, respondemos  por aproximadamente 10% das 6,3 milhões de cirurgias, ou seja, de cada 10 cirurgias plásticas no planeta, uma é realizada em solos brasileiros.

As cirurgias mais populares no Brasil são:
– Lipoaspiração;
– Aumento de mamas ( silicone);
– Abdominoplastia ( retirada de excesso de gordura no abdômen);
– Blefaroplastia ( retirada de excesso de pele nas pálpebras);
– Redução de mamas.

Destacamos o crescimento dos seguintes procedimentos no Brasil:
– Aumento dos lábios ( sem materiais injetáveis);
– Otoplastia ( correção de orelhas de abano);
– Gluteoplastia ( prótese nos glúteos);
– Ginecomastia ( diminuição de mama masculina);
– Rejuvenescimento vaginal ( Cirurgia íntima feminina).

Na hora de optar por um cirurgião, procure se certificar:
– Se o médico recomendado possui especialização em cirurgia plástica e se tem vínculo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica ( SBCP);
– Não selecione ao acaso, peça indicações e referência de pessoas próximas que já realizaram alguma cirurgia;
– Solicite a um médico da família uma indicação.

No momento da consulta compete ao cirurgião:
– Procurar se informar sobre as expectativas do paciente mediante a cirurgia;
– Expressar os riscos envolvidos e conceder as informações que englobam o procedimento cirúrgico, como o grau de complexidade, tipo de anestesia a ser empregada, a internação, duração do repouso, determinar as restrições e os cuidados a serem adotados;
– Solicitar todos os exames pré-operatórios;
– Tirar fotos da região em que será realizada a cirurgia;
– A decisão final sobre seguir ou não com a cirurgia será determinada por você.