Cirurgia da Intimidade

Cirurgia da intimidade tem por objetivo resolver insatisfações estéticas e funcionais das áreas genitais, melhorando a auto-estima da paciente.

Mamilos e aréolas: Quando muito proeminentes, a cirurgia é capaz de diminuir seu tamanho.

No caso de mamilos invertidos, além da melhora estética a paciente ainda vai se beneficiar do aspecto funcional, caso queira amamentar futuramente.
Algumas pacientes se sentem muito constrangidas devido ao tamanho exagerado das aréolas, que podem ser facilmente corrigidas com a cirurgia plástica. Os procedimentos são realizados com anestesia local e o retorno às atividades é imediato.

Monte de Vênus: Algumas mulheres têm tendência a apresentar um excesso de gordura na região do púbis. A correção deste acúmulo de gordura se faz com uma lipoaspiração, feita com anestesia local e oferece excelentes resultados estéticos.

Pequenos lábios: Em algumas mulheres os pequenos lábios podem apresentar um excesso de pele, proporcionando além de um efeito estético indesejável, desconforto durante as relações sexuais e no uso de roupas justas. Além disso, as pacientes se queixam de que o volume exagerado pode parecer visível em roupas de ginástica ou biquíni. Nestes casos é possível realizar a cirurgia denominada ninfoplastia; o excesso de pele é retirado com anestesia local e sedação e não há a necessidade de se retirarem os pontos.

Grandes lábios: No caso dos grandes lábios a solução pode ser com uma pequena lipoaspiração ou redução cirúrgica. Em ambos os casos, o retorno às atividades pode ser em 48 horas.

Outra reclamação é a flacidez dos grandes lábios, geralmente nas pacientes com mais de 50 anos ou que emagreceram muito. Pode-se, então, realizar a correção cirúrgica ou uma lipoescultura (enxerto de gordura).

Perineoplastia: Algumas pacientes podem apresentar alterações da anatomia da musculatura vaginal após partos complicados. Outras, apesar de nunca terem tido um parto normal, podem se queixar de um alargamento do canal vaginal, que as deixa constrangidas ou insatisfeitas durante o ato sexual. Na cirurgia é feito o reposicionamento da musculatura e a retirada do excesso de mucosa, o que proporciona um estreitamento da entrada do canal vaginal. A presença de um ginecologista na equipe de cirurgiões é sempre importante principalmente nos casos em que há alterações funcionais como perdas urinárias a serem corrigidas. A recuperação ocorre em aproximadamente 48 horas e permite a volta às atividades sexuais em aproximadamente 30 dias.

Manchas e pêlos: Outra queixa freqüente das pacientes é o escurecimento da pele e da mucosa na região dos genitais, geralmente devido ao atrito com as roupas ou alterações hormonais que resultam no aumento da pigmentação, principalmente durante a gravidez. Nestes casos pode-se fazer uso de cremes despigmentantes ou até mesmo retirar a mucosa escurecida visando o clareamento da pele e melhorando o aspecto da região vulvar.