OTOPLASTIA: PORQUE A CIRURGIA PLÁSTICA NAS ORELHAS NÃO É APENAS UM CAPRICHO.

A procura pela otoplastia (cirurgia para correção das orelhas) vem crescendo muito nos consultórios. Por estar cada vez menos invasiva e mais segura, a cirurgia – que pode ser realizada a partir dos 6 anos – não tem uma idade limite. Adolescentes, adultos e até idosos podem sim se beneficiar da otoplastia.

Por mais que pareça um capricho, ela ajuda a evitar que as crianças fiquem expostas aos danos psicológicos decorrentes do bullying, que podem levar a traumas futuros. Na fase adulta, orelhas com um formato mais harmônico são capazes de devolver a autoestima ao paciente.

Não existe um procedimento único, já que ela corrige tipos de problemas muito diferentes. Apesar de ser rápida, com duração média entre 45 e 90 minutos, recomenda-se que seja realizada por um cirurgião plástico capacitado e em ambiente seguro.

Indicações da otoplastia

A cirurgia plástica nas orelhas apresenta duas indicações principais. A primeira delas é a correção de alterações que surgem ainda no desenvolvimento intrauterino e se acentuam com o crescimento da criança.

A outra indicação é o tratamento de deformidades causadas por traumas. Assim, a otoplastia pode ser usada para corrigir:

– orelhas muito grandes;

– orelhas salientes (também conhecidas como “orelhas de abano”);

– insatisfação com resultados de cirurgias anteriores;

– lesões no lóbulo;

– assimetria entre as orelhas.

Avaliação e preparação

É muito importante discutir com um médico cirurgião os prováveis resultados da cirurgia, bem como avaliar seus riscos. A primeira consulta com o cirurgião plástico é fundamental para esclarecer essas dúvidas e receber as orientações pré-operatórias. 

Se você (ou alguém da sua família) está descontente com o formato das orelhas, ou busca evitar traumas psicológicos, entre em contato conosco via WhatsApp 41 99649-0031, telefone 41 3322-5360 ou aqui pelo formulário de contato..